Case data

Neurorradiologia

RADICULOMIELITE DE ETIOLOGIA ESQUISTOSSOMÓTICA

62
Selecionado
Tipo Caso 1
  • RODRIGO CERQUEIRA BOMFIM - FUND. HOSP. DA ACRO-INDÚSTRIA DO AÇÚCAR E DO ÁLCOOL DE ALAGOAS
  • LUANA THAYSE BARROS DE LIMA - FUND. HOSP. DA ACRO-INDÚSTRIA DO AÇÚCAR E DO ÁLCOOL DE ALAGOAS
  • BLENSTEN HAUSTEN HARLEY SOUZA NEVES - FUND. HOSP. DA ACRO-INDÚSTRIA DO AÇÚCAR E DO ÁLCOOL DE ALAGOAS
JULIANA HOLANDA DE GAUW - FUND. HOSP. DA ACRO-INDÚSTRIA DO AÇÚCAR E DO ÁLCOOL DE ALAGOAS
Email: julianagauw@hotmail.com
3/6/2020
6/18/2020
Masculino , 10 anos
Neuroesquistossomose, Schistosoma mansoni, Mielite

Abstract

Apresenta-se um caso de radiculomielite esquistossomótica em um paciente de 10 anos procedente do agreste de Alagoas.

Clinical History

Paciente de 10 anos, procedente do agreste de Alagoas, iniciou quadro súbito e progressivo de dor lombar, acompanhada de febre, diminuição da força e parestesia em MMII, nível sensitivo em T12, evoluindo com retenção urinária. Imunoflorescência indireta para S. mansoni com resultado reagente (1:128).

Radiological findings

Alteração de sinal de aspecto edematoso acometendo o cone medular e porção inferior da medula espinhal torácica com focos de discreta impregnação nodular pelo meio de contraste [figuras 1 a 5]. Observa-se ainda realce das raízes da cauda equina [figura 2] .

Discussion

A mielorradiculopatia/radiculomielite esquistossomótica é a forma ectópica mais grave e incapacitante da infecção pelo Schistosoma mansoni [1] A sua prevalência em área endêmica tem sido subestimada estando representada nos artigos como baixa prevalência, porém é considerada a causa mais frequente de mielopatia, excluindo-se as de causa traumática e tumoral [2]. A doença tem ótimo prognóstico se diagnosticada e tratada precocemente [3]. A biópsia para comprovação histopatológica é o exame padrão-ouro [3], porém pode ser dispensada graças ao avanço da neurorradiologia e de exames laboratoriais devendo ficar reservada apenas para casos duvidosos ou não responsivos ao tratamento. Os ovos e vermes podem deslocar-se através do fluxo venoso retrógrado pelo plexo venoso vertebral epidural de Batson, avalvular, que conecta o sistema venoso portal e a veia cava às veias do canal espinhal, justificando a maior incidência de mielopatia na região lombossacra [1]. Entre os diagnósticos diferenciais estão: trauma medular, injeção intratecal, radiação, tumores, deficiência de vitamina B12 ou excesso de folato, síndrome antifosfolípide, vasculite diabética ou auto-imune, mielite por HIV, HTLV ou HSV, sífilis, abscessos medulares, tuberculose e mielopatia associada ao vírus B da hepatite, siringomielia e neurocisticercose [1]. Visto a ampla variedade dos diagnósticos diferenciais ressalta-se a importância dos dados epidemiológicos e laboratoriais no auxílio ao diagnóstico por imagem.

List of Advantages

  • Trauma medular
  • Injeção intratecal
  • Mielite por HIV

Diagnosis

  • RADICULOMIELITE DE ETIOLOGIA ESQUISTOSSOMÓTICA

Learning

O diagnóstico imaginológico da radiculomielite esquistossomótica deve estar em indispensável correlação com a epidemiologia, além da presença de sintomas neurológicos já descritos, pois há uma ampla variedade de diagnósticos diferenciais que podem dificultar a suspeita imaginológica.

References

  • [1] Silva LC, Maciel PE, Ribas JG, et al. Schistosomal myeloradiculopathy. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical 2004. 37 (3): 261-72. doi:10.1590/s0037-86822004000300013 - Pubmed
  • [2] Peregrino AJ, Puglia, PM, Bacheschi LA, et al. Diagnóstico da esquistossomose medular: contribuição da ressonância magnética e eletroneuromiografia. Arquivos de Neuro-Psiquiatria 2002. 60(3A), 597-602. https://doi.org/10.1590/S0004-282X2002000400015
  • [3] Lambertucci JR, Silva LC, do Amaral RS. Guidelines for the diagnosis and treatment of schistosomal myeloradiculopathy. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical 2007. 40 (5): 574-81. doi:10.1590/s0037-86822007000500016 - Pubmed

Case Information

:
: Ahead of DOI

Images

+ See All

Videos

11 3372-4544