Case data

Gastrointestinal

DIVERTÍCULO RETAL

247
Selecionado
Tipo Caso 1
  • ISADORA BUSSOLO HEINZEN - HOSPITAL SANTA CATARINA BLUMENAU
  • Renata Bussolo Heinzen - HOSPITAL SANTA CATARINA BLUMENAU
  • Rodrigo Jacques Zarpellon - HOSPITAL SANTA CATARINA BLUMENAU
-
12/22/2020
12/28/2020
Masculino , 88 anos
Reto, Divertículo, Doença Diverticular do Colo

Abstract

Os divertículos retais são raros, geralmente assintomáticos e diagnosticados por exames de imagem ou colonoscopia incidentalmente. Devem ser acompanhados já que podem levar a complicações que necessitem de intervenção cirúrgica.

Clinical History

Paciente masculino, 88 anos, há 15 dias com tosse seca, distensão abdominal e dor na fossa ilíaca esquerda. Antecedentes clínicos de hipertensão arterial, dislipidemia e Parkinson. O paciente foi submetido a tomografia computadorizada de tórax e abdome, que evidenciou um achado atípico no abdome inferior de divertículo retal, além de alterações pulmonares relacionadas a pneumonia viral. O paciente evoluiu para óbito decorrente de complicações de COVID-19.

Radiological findings

A tomografia de abdome total, realizada sem contraste (devido a alteração da função renal do paciente), evidenciou divertículo na parede retal anterolateral esquerda, medindo 3,0 x 2,2 x 2,9 cm, com óstio medindo 1,2 cm, sem evidências de sinais inflamatórios adjacentes (Figuras 1, 2 e 3).

Discussion

Divertículos de reto são raros e na maioria dos casos assintomáticos [1,2,3]. A ocorrência no reto é incomum devido à disposição anatômica das camadas musculares, as quais promovem resistência maior às variações de pressão intraluminal. [1,2] Diferente do divertículo do colon, ele contém todas as camadas da parede e por isso é considerado divertículo verdadeiro [3]. Sua etiliologia ainda permanece incerta, porém alguns fatores como constipação, obesidade e impactação fetal recorrente podem estar associados à doença. A maioria dos pacientes é diagnosticada acidentalmente por exames de imagem ou colonoscopia, onde geralmente são encontrados de um a três divertículos. [1,2]Ocasionalmente podem ocorrer complicações como diverticulite, ulceração, perfuração, fístula e sangramento. O acompanhamento periódico é recomendado devido à possibilidade de metaplasia e malignização da mucosa e em alguns casos a abordagem cirúrgica é necessária [1,2,3].

List of Advantages

  • Prolapso retal
  • Duplicação retal

Diagnosis

  • Divertículo retal

Learning

Os divertículos retais são raros, geralmente assintomáticos, mas devem ser acompanhados já que podem levar a complicações que necessitem de intervenção cirúrgica.

References

  • 1- Krohling, LM, dos Santos, FHRA, Timoteo, TB, & Kalil, M. DIVERTÍCULO RETAL‐RELATO DE CASO. Journal of Coloproctology, 2018; 38, 1-2.
  • 2- Fagundes, RB, Motta, GL, Fontana, K, Fonseca, CB, & Binato, M. Divertículo retal. ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo), 2011; 24(4), 339-341.
  • 3- Martinez, CAR, Priolli, DG, Palma, RT, Waisberg, J. Divertículo do reto: relato de caso. Rev bras Coloproct, 2003; 23(4): 296-301

Case Information

:
: Ahead of DOI

Images

+ See All

Videos

11 3372-4544