Case data

Coronavírus

Tórax

SARS-COV-2 EM PACIENTE NEFROPATA E COM POLICITEMIA VERA

190
Ensino
Tipo Caso 1
  • Hemilianna Hadassa Silva Matozinho - HOSPITAL DE BASE DO DISTRITO FEDERAL
  • Guilherme Pioli Resende - HOSPITAL DE BASE DO DISTRITO FEDERAL
  • Gabriela Aquino Schneider - HOSPITAL DE BASE DO DISTRITO FEDERAL
-
7/18/2020
8/1/2020
Masculino , 39 anos
Coronavirus Infections, SARS Virus, Pneumonia, Viral

Abstract

Paciente masculino jovem, portador de múltiplas comorbidades, com síndrome febril há mais de 1 semana, procurou atendimento médico ao evoluir com dispneia, com posterior confirmação laboratorial e imaginológica de infecção pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Clinical History

Paciente masculino, 39 anos, dislipidêmico, hipertenso, com miocardiopatia hipertrófica, portador de doença renal crônica e policitemia vera, iniciou síndrome febril há 12 dias, durante os quais paciente relatou episódios ocasionais de febre com aferições de temperatura entre 38ºC e 39ºC, mal estar geral, epigastralgia sem náuseas ou vômitos. Há 7 dias, por recomendação de seu cardiologista, realizou pesquisa do novo coronavírus (Sars-CoV-2) através do teste molecular de reação em cadeia da polimerase com transcrição reversa em tempo real (RT-PCR). Diante do resultado positivo, e devido ao quadro clínico brando do paciente, a conduta inicialmente proposta foi de não internação hospitalar. Contudo, como há 1 dia o paciente evoluiu com dispneia aos médios, procurou atendimento médico no pronto socorro. Ao exame físico, paciente apresentou-se dispneico, com 98% de saturação de oxigênio ao ar ambiente, taquipneico com frequência respiratória de 21 irpm, taquicárdico com 110 bpm, afebril. Não foi constatado uso de de musculatura acessória ou presença de tiragens intercostais. Ausculta respiratória evidenciou esparsos estertores crepitantes bibasais, sem alterações da percussão ou palpação torácica. Após avaliação médica, foi realizado tomografia computadorizada de alta resolução (TCAR) do tórax, que constatou comprometimento pulmonar pelo vírus Sars-CoV-2. Laboratorialmente, paciente apresentou leucopenia com linfopenia, plaquetopenia de 74.000 (sendo 140.000 o valor basal do paciente), elevação das escórias nitrogenadas com creatinina de 2,73 e ureia de 83 (sendo 1,66 e 45 seus valores basais, respectivamente). Paciente foi então internado para vigilância clínica do quadro pulmonar, renal e hematológico.

Radiological findings

Opacidade irregular com atenuação em vidro fosco (figuras 1 e 2) na periferia dos segmentos basal posterior e lateral do lobo inferior esquerdo, associada a espessamento parietal (figura 3) de brônquios segmentares e subsegmentares correspondentes, além de derrame pleural laminar à esquerda (figura 4).

Discussion

Infecções pelo Sars-CoV-2 e betacoronavírus prévios podem gerar quadros clínicos muito semelhantes, desde a apresentação dos sinais e sintomas, até os achados imaginológicos na TC [1]. A alteração pulmonar tomográfica mais observada no momento da admissão é vidro fosco [2,3]. Quanto à progressão do acometimento pulmonar, tem sido observado que os casos de pequenas áreas de vidro fosco unilateral, ou bilateral, nos lobos inferiores, podem evoluir com consolidação mas até mesmo com o padrão de pavimentação em mosaico [4].

List of Advantages

  • Síndrome febril
  • Síndrome infecciosa
  • Pneumonia viral
  • Doença renal crônica agudizada
  • Policitemia vera

Diagnosis

  • Pneumonia viral por SARS-CoV-2

Learning

O processo evolutivo da doença pulmonar causado pelo COVID-19 pode apresentar-se basicamente em 4 padrões tomográficos: fase inicial (primeiros 4 dias desde o início dos sintomas), fase de progressão (do 5º ao 8º dia), fase de pico da doença (do 9º ao 13º dia), fase de reabsorção (a partir do 14º dia). Sendo que, de todas as etapas, o momento de maior acometimento pulmonar ocorre geralmente em torno do 10º dia desde o início do quadro [4].

References

  • 1. Huang C, Wang Y, Li X, Ren L, Zhao J, Hu Y, et al. Clinical features of patients infected with 2019 novel coronavirus in Wuhan, China. The Lancet. 2020 Feb;395(10223):497–506.
  • 2. Guan W, Ni Z, Hu Y, Liang W, Ou C, He J, et al. Clinical Characteristics of Coronavirus Disease 2019 in China. New England Journal of Medicine. 2020 Apr 30;382(18):1708–20.
  • 3. Yu M, Xu D, Lan L, Tu M, Liao R, Cai S, et al. Thin-section Chest CT Imaging of Coronavirus Disease 2019 Pneumonia: Comparison Between Patients with Mild and Severe Disease. Radiology: Cardiothoracic Imaging. 2020 Apr 1;2(2):e200126.
  • 4. Pan F, Ye T, Sun P, Gui S, Liang B, Li L, et al. Time Course of Lung Changes at Chest CT during Recovery from Coronavirus Disease 2019 (COVID-19). Radiology. 2020 Jun;295(3):715–21.

Case Information

:
: Ahead of DOI

Images

+ See All

Videos

11 3372-4544